Nódulo na Tireoide Maligno: Conheça os Tratamentos

Nódulo na Tireoide Maligno: Conheça os Tratamentos

Nódulo na Tireoide Maligno: Conheça os Tratamentos

O nódulo na tireoide maligno — o câncer de tireoide — é um dos tipos de tumores mais comuns e possui sintomas silenciosos. Na maioria dos casos, apresenta resposta satisfatória aos tratamentos utilizados. Muito embora seja consideravelmente mais frequente em pacientes do sexo feminino, também afeta os homens.

Dentre os fatores de risco para o aparecimento da doença temos a exposição à radiação e histórico familiar. Quando falamos sobre prevenção, o exame clínico e a ultrassonografia da tireoide são as melhores maneiras de ter certeza da condição do paciente. A partir do momento que um nódulo é identificado (normalmente por meio de uma ultrassonografia), as características clínicas dele podem levar à realização de uma punção ou biópsia, a fim de confirmar o quadro de suspeitas.

Quais são os tratamentos para nódulo na tireoide maligno?

A partir do momento que há a confirmação de que o paciente conta com um nódulo na tireoide maligno devem ser tomados os primeiros passos no tratamento. Em suma, a tireoidectomia (cirurgia de remoção da glândula tireoide) é a única opção terapêutica recomendada.

O mais interessante da realização da cirurgia de remoção de nódulo na tireoide maligno é que as taxas de sucesso são consideravelmente altas. A retirada da glândula pode ser total ou parcial, dependendo do tipo de tumor do paciente. Quem remove completamente a tireoide irá precisar de reposição hormonal contínua.

Como é a cirurgia de remoção do nódulo na tireoide maligno?

O câncer de tireoide tem 95% de chances de cura, segundo o INCA. A cirurgia de remoção do nódulo na tireoide maligno é realizada com anestesia geral e costuma durar, em média, duas horas. É preciso manter-se de jejum e cortar medicamentos que possam aumentar o risco de sangramento durante o procedimento.

O cirurgião fará um corte no pescoço e, na maioria dos casos, o paciente fica internado por apenas um dia. O aparecimento de complicações da tireoidectomia é raro e, para complementar, o médico pode optar por realizar um tratamento com iodo radioativo, em busca de eliminar completamente qualquer vestígio de células malignas.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *