Gânglios Linfáticos Inchados, descubra o que fazer

Gânglios Linfáticos Inchados, descubra o que fazer

O Que Fazer Quando Encontro Gânglios Linfáticos Inchados?

Os gânglios linfáticos, também conhecidos como linfonodos cervicais, são órgãos extremamente importantes para a defesa do corpo humano. São eles que produzem e armazenam os nosso linfócitos, células de defesa que combatem todo tipo de doença. É bastante comum observarmos os gânglios linfáticos inchados, mas o que fazer quando se deparar com esse tipo de situação?

Primeiramente, é sempre bom lembrar que é imprescindível procurar orientação médica para auxiliar você a compreender os sinais que seu corpo está te dando. Ao longo deste artigo nós vamos falar um pouco sobre as razões que podem levar ao inchaço e o que deve ser feito quando se encontra em uma situação como essa.

Gânglios linfáticos inchados doem?

Em grande parte das vezes, gânglios linfáticos inchados e doloridos não passam de uma resposta de seu corpo a infecções ou inflamações. É uma resposta normal do corpo humano, que está combatendo doenças como inflamações das vias respiratórias ou da garganta, por exemplo. Neste tipo de situação não é preciso alarde ou grandes preocupações, já que é o cenário mais comum e tende a desaparecer juntamente com os sintomas das doenças citadas.

Porém, existem alguns sinais de que é preciso buscar auxílio médico para um diagnóstico aprofundado. Se o inchaço é persistente, conta com crescimento progressivo ou se move, é preciso ficar alerta.

As indicações médicas para realizar a punção e, posteriormente, a biópsia do local são:

  • tamanho mais do que dois centímetros de diâmetro;
  • persistência por mais de quatro semanas de duração;
  • crescimento progressivo;
  • aderência a planos profundos;
  • características suspeitas ao Ultrassom ( linfonodos arredondados ou císticos, com perda de hilo gorduroso ou das características típicas).

Gânglios linfáticos inchados são perigosos?

Os gânglios linfáticos inchados podem ter mais ou menos chances de serem sinal de algum tipo de diagnóstico mais sério dependendo da idade do paciente.

  • crianças: a principal causa nessa fase da vida são os processos inflamatórios, já que o sistema imunológico ainda não está completamente formado;
  • a partir da adolescência o risco de gânglios linfáticos inchados estarem relacionados a alguma causa maligna são maiores;
  • terceira idade: ainda mais chance de significarem linfomas ou metástases.
Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *