Variante Folicular

Variante Folicular

Recentemente, muito se discute a respeito da extensão da cirurgia para câncer de tireóide, principalmente nos denominados carcinomas bem diferenciados. Dentre estes carcinomas, destaca-se o Carcinoma variante folicular encapsulado não invasor (EFVPTC). Estes tumores se comportam muito parecido com tumores benignos, com baixa taxa de recidiva (volta da doença).

Nikiforov YE et al publicaram um artigo na revista JAMA Oncol em 14 em abril de 2016 sobre a revisão na nomenclatura dos EFVPTCs. Os autores participaram de uma conferência da Sociedade de Patologia Endócrina para reavaliação de EFVPTC não invasivo em Boston em março de 2015, e renomearam estes tumores para neoplasia tireoide folicular não invasiva com aspectos nucleares de semelhança papilífera em inglês Noninvasive Follicular Thyroid Neoplasm with Papillary-like Nuclear Features (NIFPT), caracterizado por:

  • Encapsulamento ou demarcação clara do tumor do tecido tireoidiano adjacente sem nenhuma invasão;
  • Um padrão de crescimento folicular;
  • A expressão pelo menos moderada de aspectos nucleares do carcinoma papilífero. A renomeação do EFVPTC não invasivo para NIFTP é uma mudança apropriada e adequada. Ao remover a palavra câncer, o termo NIFPT reconhece o baixo potencial de malignidade.

Com isso, tratamento cirúrgico mais restrito, como tireoidectomias parciais, ou, evitar a Radioiodoterapia podem ser realizadas sem prejuízo ao paciente.

Lembrando sempre que este diagnóstico é feito após a retirada do nódulo, e não em resultados de punção pré-operatória. Portanto, nos casos suspeitos, a cirurgia ainda é sempre indicada.

 

Tem alguma dúvida ou se identificou com os sintomas? Ligue para (11) 4314-6900 durante o horário comercial e agende a sua consulta com o Dr. Rafael De Cicco.

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *