Cirurgia dos Gânglios Linfáticos do Pescoço

Cirurgia dos Gânglios Linfáticos do Pescoço

Antes de entender mais sobre a cirurgia dos gânglios linfáticos do pescoço, primeiro é preciso compreender o que é um gânglio linfático e qual a sua função no corpo humano. Os gânglios estão espalhados por todo o corpo humano, mas estão especialmente aglomerados em locais como axilas e, é claro, o pescoço. Sua função é simples, mas muito importante, fazem parte do sistema linfático, que nos ajuda a acabar com microorganismos que não são desejados. Algumas condições diferentes podem culminar no aumento desses gânglios, mas é preciso consultar um médico especialista em cabeça e pescoço para compreender se a sua situação representa ou não algum tipo de risco.

Solicite o agendamento da sua consulta com o Dr. Rafael

Quando é necessário realizar a cirurgia dos gânglios linfáticos do pescoço?

A cirurgia dos gânglios linfáticos e do pescoço se dá, normalmente, devido ao aumento exacerbado por conta de tumores benignos ou ao câncer, por exemplo. Vale frisar que, geralmente, as ínguas (como também são conhecidos os gânglios inchados) são inofensivas, e representam apenas a defesa do próprio corpo humano contra uma infecção. Em suma, é preciso analisar a situação de maneira mais específica quando:

  • o gânglio inchado perdurar por mais de 30 dias;
  • medir mais do que 2,5 centímetros de diâmetro;
  • tiver consistência dura;
  • estiver aderido aos tecidos profundos;
  • estiver acompanhado de febre por mais de uma semana.

Como funciona a cirurgia de retirada dos gânglios linfáticos?

A cirurgia de retirada dos gânglios linfáticos pode variar dependendo do tipo doença do paciente e também da localização do próprio gânglio. Em casos de câncer, por exemplo, é preciso retirar, além do próprio tumor, todos os gânglios adjacentes. Esse tipo de procedimento é feito para evitar a proliferação de metástases, acontecimento bastante comum em tumores com esse tipo de localização. É importante lembrar que nós temos centenas de linfonodos diferentes localizados na região do pescoço. Portanto, mesmo que na cirurgia de retirada dos gânglios linfáticos sejam removidos dezenas deles, não haverá nenhuma consequência para a saúde e o funcionamento de seu sistema linfático.

Confira outros serviços!

Cirurgia dos tumores benignos do pescoço

Cirurgia de cisto branquial

Leave a reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *